Letras de Músicas da Hora

Anxiety

Fergie

 

Anxiety

Anxiety

I feel like I wanna smack somebody
Turn around and bitch slap somebody (bitch)
But I ain't goin' out bro (no, no, no)
I ain't givin' into it (no, no, no)
Anxieties bash my mind in
Terrorizing my soul like Bin Laden
But I ain't fallin' down bro (no, no, no)
I won't lose control bro (no, no, no)
Shackle and chained
My soul feels stained
I can't explain got an ich on my brain
Lately my whole aim is to maintain
And regain control of my mainframe
My bloods boiling its beatin' out propaine
My train of thoughts more like a runaway train
I'm in a fast car drivin' in a fast lane
In the rain and I'm might just hydroplaine

I don't fear none of my enemies
And I don't fear bullets from oozies
I've been dealing with something thats worse than
these
That'll make you fall to your knees and thats the
The anxiety the sane and the insane rivalry
Paranoias brought me to my knees
Lord please please please
Take away my anxiety
The sane and the insane rivalry
Paranoias brought me to my knees
Lord please please please
Take away my anxiety

My head keeps running away my brother
The only thing making me stay my brother
But I won't give into it bro (no, no, no)
Gotta get myself back now
God, I can't let my mind be
Tell my enemy is my own
Gots to find my inner wealth
Gots to hold up my thoughts
I can't get caught (no, no, no)
I can't give into it now (no, no, no)
Emotions are trapped set on lock
Got my brain stuck goin through the motions
Only I know what's up
I'm filled up with pain
Tryin' to gain my sanity
Everywhere I turn its a dead end infront of me
With nowhere to go gotta shake this anxiety
Got me feelin' strange paranoia took over me
And its weighin' me down
And I can't run any longer, yo
Knees to the ground

I don't fear none of my enemies
And I don't fear bullets from oozies
I've been dealing with something thats worse than
these
That'll make you fall to your knees and thats the
The anxiety the sane and the insane rivalry
Paranoias brought me to my knees
Lord please please please
Take away my anxiety
The sane and the insane rivalry
Paranoias brought me to my knees
Lord please please please
Take away my anxiety

I don't fear none of my enemies
And I don't fear bullets from oozies
I've been dealing with something thats worse than
these
That'll make you fall to your knees and thats the
The anxiety the sane and the insane rivalry
Paranoias brought me to my knees
Lord please please please
Take away my anxiety
The sane and the insane rivalry
Paranoias brought me to my knees
Lord please please please
Take away my anxiety

Anxiety (Tradução)

Eu me sinto como se quisesse bater em alguém
Virar-me e dar um tapa em alguém (cadela)
Mas eu não vou sair, mano (não, não, não)
Não vou ceder a isso (não, não, não)
Ansiedade golpeia minha mente
Aterrorizando minha alma como Bin Laden
Mas não vou cair nessa, mano (não, não, não)
Não vou perder o controle, mano (não, não, não)
Algemado e acorrentado
Minha alma parece manchada
Não consigo explicar, tenho uma coceira no meu
cérebro
Ultimamente meu único objetivo é manter
E recuperar o controle do meu computador central
Meu sangue fervendo está liberando propano
Meu trem de pensamentos* mais como um trem em fuga
Sou um carro rápido numa via expressa
Na chuva e eu talvez eu pilote um hidravião

Refrão:
Não temo nenhum dos meus inimigos
E não temo tiros de Uzi
Tenho lidado com algo que é pior que esses
Que fará você se ajoelhar e isso é
A ansiedade, a rivalidade sã e insana
Paranóias me deixaram de joelhos
Senhor, por favor, por favor, por favor
Leve embora minha ansiedade
A rivalidade sã e insana
Paranóias me deixaram de joelhos
Senhor, por favor, por favor, por favor
Leve embora minha ansiedade

Minha cabeça continua fugindo, meu irmão
A única coisa que está me segurando, meu irmão
Mas não me entregarei a isso, mano
Tenho que voltar agora
Deus, não posso deixar minha mente em paz
Diga ao meu inimigo que ele é meu
Tenho que achar minha saúde interior
Tenho que segurar meus pensamentos
Não posso ser capturado (não,não,não)
Não vou ceder a isso agora (não, não, não)
Tenho meu cérebro preso atravessando os movimentos
Somente eu sei o que está havendo
Tentando ganhar minha sanidade
Todo lugar que me viro é um beco sem saída para mim
Sem lugar para ir, tenho que me livrar dessa
ansiedade
Estou me sentindo estranho, paranóia tomou conta de
mim
E está pesando em mim
E não posso mais correr mais
Joelhos ao chão

refrão

Anterior Próximo